CAMPANHA NACIONAL DOS BANCÁRIOS 2018: PROPOSTA DIA 7. TODOS NA ASSEMBLEIA DIA 8!

Bancos se comprometeram a apresentar respostas para reivindicações da categoria na terça-feira 7; no dia seguinte, bancários de São Paulo, Osasco e região farão assembleia para avaliar a proposta. Participe!


Na última negociação da Campanha dos Bancários 2018, entre Comando Nacional dos Bancários e Fenaban (federação dos bancos), realizada dia 1º e que tratou das cláusulas econômicas, os banqueiros não apresentaram proposta para as reivindicações da categoria, entre elas aumento real nos salários e demais verbas (PLR, VA e VR, auxílio-educação, auxílio creche/babá, plano de cargos e salários, etc.). Entretanto, se comprometeram a apresentar proposta global na terça-feira 7, inclusive para as reivindicações apresentadas em rodadas anteriores, sobre saúde e emprego.
Veja como foram as negociações anteriores com a Fenaban
> 1ª rodada: Bancos frustram na primeira rodada de negociação
> 2ª rodada: Calendário de negociações foi definido
> 3ª rodada: Categoria adoece, mas Fenaban não apresenta proposta
> 4 rodada: Em mesa de emprego, bancos não se comprometem contra contratações precárias
Já no dia seguinte, na quarta-feira 8, sindicatos de bancários de todo o país realizarão assembleias em suas bases no dia seguinte, na quarta-feira 8, para avaliação da proposta. Em São Paulo, a assembleia (veja edital abaixo) terá início às 19h, em primeira chamada, e 19h30 em segunda chamada, na Quadra dos Bancários (Rua Tabatinguera, 192, Centro).
> Faça a sua sindicalização e fortaleça a luta em defesa dos direitos dos bancários
“Nossa expectativa é que a Fenaban apresente proposta que contemple garantia de todos os direitos da CCT; sua validade para todos, independentemente da remuneração; garantia dos empregos e valorização, com aumento real e PLR maior”, enfatiza a presidenta do Sindicato, Ivone Silva, uma das coordenadoras do Comando Nacional dos Bancários, que representa a categoria na mesa de negociação com a Fenaban.
“Em 2017, os cinco maiores bancos lucraram R$ 77,4 bilhões, aumento de 33,5% em relação a 2016. Só no primeiro trimestre deste ano, já apresentam lucro 20,4% maior do que no mesmo período de 2017. E os balanços do semestre, já divulgados por Itaú, Bradesco e Santander, confirmam essa tendência de alta. Eles não têm justificativa para não apresentar proposta digna de aumento real, valorizando os trabalhadores que constroem seus resultados”, acrescenta.
A presidenta do Sindicato lembra ainda dos enormes ganhos dos diretores executivos dos bancos. Segundo a Comissão de Valores Mobiliários, Itaú, Bradesco, Santander e Banco do Brasil, os quatro maiores bancos múltiplos com carteira comercial, preveem pagar aos seus 194 diretores R$ 1,310 bilhão em 2018. Aumento de 9,2% em relação a 2017, quando 198 diretores receberam R$ 1,2 bilhão. Em 2018, cada diretor irá receber, em média, R$ 6,7 milhões. “Não faltam recursos para valorizar os bancários”, conclui.
A assembleia também irá referendar a participação da categoria no Dia do Basta, em 10 de agosto (leia abaixo).
Banco do Brasil e Caixa
Os bancários do Banco do Brasil e da Caixa, cujos direitos específicos estão sendo negociados com as direções dos respectivos bancos, também devem participar da assembleia no dia 8. Nas negociações com a Caixa, os representantes do bancos já acenaram que haverá cortes na PLR dos empregados, e que a PLR Social não está garantida. Nesta sexta-feira 3, tem nova rodada com a direção do BB.
Veja como foram as negociações com a Caixa
> 1ª rodada: Empregados e Caixa definem calendário de negociação
> 2ª rodada: Direção da Caixa não garante direitos dos empregados
> 3ª rodada: Governo quer impor o fim do Saúde Caixa
> 4ª rodada: Caixa não avança nas negociações
> Caixa: PLR e PLR Social ameaçadas
Veja como foram as negociações do BB
> 1ª rodada: BB mostra disposição para negociar com funcionários
> 2ª rodada: Mesa com BB define abrangência do acordo
> 3ª rodada: Terceira negociação com BB traz poucos avanços
10 de agosto, Dia do Basta
Paralisações, atrasos de turnos e atos nos locais de trabalho e ruas de todo país. Assim será o dia 10 de agosto, Dia do Basta, chamado pelas centrais sindicais e movimentos sociais. Em São Paulo, um grande ato na Av. Paulista, em frente à Fiesp, está marcado para as 10h.
É o momento dos brasileiros gritarem basta de desemprego, de privatizações, de aumentos abusivos nos combustíveis, de retirada de direitos, do sofrimento imposto pelo governo golpista.
A mobilização também defenderá a democracia e o direito do povo votar no candidato que desejar nas eleições de outubro. Participe!

Fonte: SPBancarios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

ensaios e textos libertários

memórias de tempos vividos! superando o que-já-se-efetivou com a Esperança do que-ainda-não-veio-a-ser ( reflexões ao estilo Ernesth Bloch)

Blog do Renato

Um espaço de debates sobre o Brasil

BANCÁRIOS DE MOSSORÓ REGIÃO

Site independente que visa noticiar tudo que ocorre com a Categoria Bancária no Brasil, no Estado e na cidade de Mossoró e Região Oeste

%d blogueiros gostam disto: