O Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região e a Apcef receberam denúncias de que a Caixa estaria descomissionando empregados por não cumprimento de metas de vendas de produtos. Os casos estariam ocorrendo em agências subordinadas à Superintendência Leste (SR Leste); as entidades representativas dos trabalhadores estão apurando e vão procurar a SR Leste para tratar dessas denúncias.

Vamos novamente deixar claro para o banco que somos veementemente contra os descomissionamentos por metas neste momento de pandemia. Estamos passando por uma crise sanitária sem precedentes, a população enfrenta altíssimos índices de desemprego, agravados pela pandemia, portanto, não é o momento de vender produtos bancários e de cobrar desempenho dos empregados por essas metas de vendas”, destaca Luiza Hansen, dirigente sindical do Sindicato e da Apcef.

Luiza lembra que, desde abril, os representantes dos empregados e os superintendentes da Caixa em São Paulo (SR Norte, SR Sul, SR Oeste e SR Leste) têm realizado reuniões frequentes para tratar de assuntos como mais contratações, para acompanhar casos de Covid-19 e a aplicação dos protocolos de higienização de unidades onde há casos de suspeita ou confirmação da doença, e outros problemas pontuais. E que nessas reuniões, os dirigentes sindicais deixam claro que são totalmente contrários ao descomissionamento por metas neste momento de pandemia.

Na pandemia, ficou estabelecido que a prioridade é para atendimento de serviços essenciais à população. E a venda de produtos bancários não está elencada no rol da própria Caixa como um serviço essencial. Portanto, é inadmissível que o banco público, que é fundamental no pagamento de benefícios, no atendimento ao FGTS e outros direitos que garantem a sobrevivência dos trabalhadores brasileiros, esteja realizando apontamentos de produtividade para bancários, apontamentos esses que podem levar à perda de suas funções. É desumano”, afirma o também dirigente do Sindicato Danilo Perez.
Os dirigentes destacam ainda que, na reunião de abril, alguns casos de apontamentos por metas que estariam ocorrendo nas unidades subordinadas à SR Sul foram debatidos com o superintendente Sul e que este se comprometeu a averiguar e a não permitir o descomissionamento desses bancários. “Agora recebemos essas denúncias em unidades da SR Leste e iremos discutir isso com o superintendente Leste. Estamos atentos e iremos cobrar o não descomissionamento”, reitera Luiza Hansen.

Ela acrescenta que bancários que estiverem sofrendo apontamentos por metas devem denunciar ao Sindicato.

Fonte: SPbancarios