Atendendo ao pedido da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), federações e sindicatos da categoria bancária, a Caixa Econômica Federal informou nesta sexta-feira (10) que efetuará o pagamento da primeira parcela da Participação nos Lucros e/ou Resultados (PLR) ainda nesta sexta-feira (10). De acordo com a Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da categoria, o banco poderia efetuar o pagamento até o dia 30 de setembro.

Em nota interna, a Caixa afirma ser o único banco que paga a PLR Social. A afirmação não é verdadeira, já que o BNB também paga uma parcela dos lucros (3%, de forma linear) a seus empregados, à título de PLR Social. As entidades farão o cálculo para verificar se o valor pago corresponde ao que foi negociado, e, caso haja divergência, tomarão as medidas cabíveis.

A PLR Social é uma conquista dos empregados, que foi incluída em 2010 e vem sendo mantida desde então. Foi criada para reconhecer o trabalho desenvolvido pelos empregados que não necessariamente traz impacto financeiro positivo para a Caixa. Ano passado, na administração Pedro Guimarães, a empresa pagou o valor diferente do negociado, e as entidades tiveram que entrar com ações na Justiça. Vamos questionar a Caixa dos valores pagos, que não estão claros. Se necessário, buscaremos novamente o judiciário”, disse o diretor-presidente da Apcef/SP, Leonardo Quadros.

Fonte: Contraf-CUT com edição da Apcef/SP