BANCOS GASTAM R$ 1,6 BI EM PUBLICIDADE QUE FALA ÀS MULHERES, MAS DISCRIMINAM BANCÁRIAS
Entre as propostas de retirada de direitos apresentadas nessa quarta-feira,